terça-feira, 22 de julho de 2008

Mercado da Arte

É realmente muito duro passar a vida sem vender nenhum quadro. Meu irmão até tentou doar alguns de meus trabalhos para o Masp e a Pinacoteca. Vai que lá eles são roubados e recebam enorme divulgação. A verdade é que estou quase desistindo da pintura. Talvez eu parta para a literatura. Estou escrevendo um romance bem colorido e alegre. Convidei até o Romero Brito para ilustrar e fazer a orelha da primeira edição.

5 comentários:

raisa disse...

Ninguém comentou? Eu achei esse tão bom....

Anônimo disse...

Também achei, Rai, mas vc reparou que ninguém tinha respondido o do Dali, que é suhiperrealista?

Dá uma lida,

bjcas,

Vini Pc

Ronaldão disse...

E aí Van, posso falar uma coisa no seu ouvido?

Anônimo disse...

Confesse aí , cara, curtia um LSD e enchia a cara de absinta barata para ver essas cores e praticar a tremedeira que hoje é chamada de pinceladas...Tremia tanto que cortou a orelha fazendo a barba ( depois deixou crescer...a barba!)
Trabalhava de sol á gira-sol até chegar ao sol nascente. Por isso os Japs hoje, após meia-duzia de Saqué, sacaram o negócio e tão comprando tudo.
Espertinho vc, queria ficar famoso e conseguiu, né!

Anônimo disse...

OI,VAN,
O TEU PROBLEMA, É QUE VC NÃO SOUBE ESCOLHER QUE PARTE DO TEU CORPO CORTAR PARA APARECER... OLHA O LULA, CORTOU O DEDINHO, FICOU FAMOSO, MILHONÁRIO EM VIDA... CARA , VÉ SE DA PROXIMA, VC ACERTA O CORTE...